Ética

Morreu-me a criatividade.
Nada escrevo
Nada desejo.
Morreu-me a vontade.

não fui ética
não fui poética

Não gestei
faltou-me a poesia
faltou-me a rima
Não vinguei

não fui ética
não fui poética

Não concebi estrofes
privada de ideal
privada do bem ou do mal
Não concebi distorces

não fui ética
não fui poética

Virgem estou
sem pensamentos
sem momentos
Virgem que cansou

não fui ética
não fui poética

Abortei o dilema
sem amores
Sem dores
Abortei esse poema.

não fui ética
fui poética

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *