Sobre o dia da mulher.

Todo ano eu escuto ao chegar o dia das mulheres, colocações como: “Dia da mulher é todo dia e não apenas um dia”, “Eu não comemoro o dia das mulheres essa data é extremamente comercial.”, “A mulher tem um dia, o homem tem todos os demais.“ e na minha cabeça não existe nada mais infantil que qualquer uma dessas afirmações.

Em primeiro lugar, não acho que o dia da mulher seja o dia de comemorar a mulher, um dia para a mulher, isso é ridículo. Para mim, o dia da mulher é o dia de pensar na mulher, não pensar em uma ou duas mulheres, mas pensar na mulher em geral. Todas elas e para isso, vou lhe dar alguns números:

Só no Brasil, de 1980 a 2010 cerca de 91.000 mulheres foram assassinadas, 43.500 só entre 2000 e 2010. Seis em cada dez brasileiro conhecem uma mulher que foi vitima de violência domestica, a cada 2 minutos CINCO mulheres são espancadas no brasil, uma em cada cinco mulheres já foram vitimas de algum tipo de violência por parte de homens no brasil sendo o parceiro (namorado ou marido) responsável por 80% dos casos.

E você ainda acha que o dia da mulher é o dia em que se manda flores para sua mãe? Ainda acha que não deve comemorar o dia da mulher pois ele é uma data comercial? Oras ninguém tem a obrigação de comemorar o dia da mulher, mas todos temos a obrigação de pensar na mulher nesse dia.

Segundo a pesquisa, 94% dos homens entrevistadas sabem da existência da lei Maria da Penha, mas apenas 13 realmente conhecem o seu conteúdo.

Portanto, se possível, neste dia da mulher, ao invés de comprar um boque de rosas, ao invés de mandar uma cesta de café, no lugar de falar que é um dia comercial. Use esse dia para ler a lei Maria da Penha, se informar sobre a situação da mulher no brasil e, se sobrar um tempinho, compre uma rosa, mas não para dar para sua mãe, namorada, esposa. Mas para dar a uma desconhecida. Sem nada em troca. Apenas de a rosa.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *